Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Mostra de Armamento do Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico (VIDEO)

Hoje, realizou-se na Base Naval de Devonport, na cidade de Plymouth – Reino Unido, a Mostra de Armamento do Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) Atlântico (A140), ex-HMS Ocean.


Poder Naval

Na cerimônia, a tripulação brasileira embarcou no navio e o pavilhão nacional foi hasteado pela primeira vez.


O navio, adquirido por £ 84 milhões, foi adaptado e reparado pelas companhias Babcock e a BAE Systems para a transferência à Marinha do Brasil.

O PHM Atlântico passará nos próximos dias pelo Flag Officer Sea Training (FOST), um programa da Royal Navy que provê o treinamento operacional no mar para todos os navios de superfície, submarinos e auxiliares, sendo ministrado por uma dedicada equipe de especialistas da Marinha Real.

A chegada do PHM Atlântico ao Brasil está prevista para meados de agosto.

Depois da chegada, virão meses e meses de testes, com o navio atracado e operando ao largo da costa brasileira. As certificações necessárias ao aprontamento da embarcação, para que ela seja considerada plenamente operacional, devem entrar pelo ano de 2020.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas