Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Pentágono suspende indefinidamente exercícios de treinamento com Coreia do Sul

Porta-voz do Pentágono diz que medida 'apoia' resultados do encontro de Donald Trump com Kim Jong-un em Singapura.


Reuters

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul concordaram em suspender indefinidamente dois exercícios de treinamento de intercâmbio, disse o Pentágono nesta sexta-feira (22), após a cúpula realizada mais cedo neste mês entre o presidente Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong Un.

Soldado sul-coreano durante exercício militar (Foto: AFP)
Soldado sul-coreano durante exercício militar (Foto: AFP)

"Para apoiar a implementação dos resultados da cúpula de Singapura, e em coordenação com nosso aliado República da Coreia, o secretário Mattis indefinidamente suspendeu exercícios selecionados", disse a porta-voz do Pentágono Dana W. White nesta sexta-feira.

"Isso inclui suspender o Freedom Guardian, junto de outros dois outros exercícios de treinamento de intercâmbio da Marinha coreana marcados para acontecer nos próximos três meses", disse White.

A decisão confirma a informação de uma autoridade dos EUA de que a suspensão do planejamento para os exercícios Freedom Guardian ocorreria nos dias seguintes.

No ano passado, 17,5 mil norte-americanos e mais de 50 mil tropas sul-coreanas participaram dos treinamentos Ulchi Freedom Guardian, embora o exercício seja principalmente focado em simulações computadorizadas em vez de exercícios em campo que utilizam armas, tanques ou aeronaves.

Comentários

Postagens mais visitadas