Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Pentágono teme armamentos espaciais russos e chineses

O Departamento de Defesa dos EUA manifestou preocupação com a possibilidade do aparecimento de armamentos russos e chineses no espaço no "futuro breve", informou o portal Defense One.


Sputnik

O chefe da inteligência do Pentágono, tenente-general Robert Ashley, declarou que Rússia e China continuam a desenvolver projetos com objetivo de criar armamentos capazes de alvejar satélites tanto a partir da Terra, quanto do espaço. 

Foto da Terra tirada a partir do espaço pelo cosmonauta russo Anton Shkaplerov
Terra vista do espaço © Foto: Roscosmos/Anton Shkaplerov

"As respectivas tecnologias estão sendo criadas neste instante", acrescentou o militar.

Achley também declarou que a concorrência nesse setor aumentará no futuro.

"A concorrência deve aumentar. Vejam a estratégia de segurança nacional. Ali se reconhece que a nossa superioridade tecnológica está, aos poucos, se esvaíndo", concluiu.

Mais cedo, o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin, declarou que a Rússia se preocupa com a militarização do espaço, liderada pelos EUA.

Comentários

Postagens mais visitadas