Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Trump promete sugerir a Putin o fim da corrida armamentista entre EUA e Rússia

O presidente dos EUA, Donald Trump, sugeriu que ele poderia discutir maneiras de economizar "milhões de dólares" em armas quando encontrar o líder russo Vladimir Putin na Finlândia no próximo mês.


Sputnik

"Podemos até falar em economizar milhões de dólares em armas", disse Trump nesta sexta-feira, de acordo com a mídia local, ao estabelecer uma agenda potencial para as negociações de 16 de julho com o presidente russo.

Presidente russo, Vladimir Putin, e presidente norte-americano, Donald Trump, na cúpula da APEC no Vietnã
Donald Trump e Vladimir Putin © Sputnik / Mikhail Klimentyev

Trump acrescentou que os Estados Unidos estão construindo uma força "como ninguém jamais viu antes", mas ressaltou que o mundo precisava se desescalar e sugeriu que um relacionamento com a Rússia e a China seria uma "coisa boa".

Trump anunciou esta semana que ordenou ao Pentágono que criasse uma Força Espacial como o sexto ramo "separado, mas igual" dos militares dos EUA. Ele disse que a decisão abriu um novo capítulo na competição para explorar o espaço, com o objetivo de superar nações como a Rússia e a China.

Trump: Alemanha e França precisam gastar mais em defesa

Em outra frente, Trump reiterou que os aliados da OTAN precisam aumentar os gastos com defesa, antes da cúpula da aliança em Bruxelas no próximo mês.

"A Alemanha tem que gastar mais dinheiro, a Espanha, a França [também]. Não é justo o que eles fizeram com os Estados Unidos", afirmou, de acordo com a imprensa local.

Ele alegou que os Estados Unidos estavam pagando "muito mais desproporcionalmente a qualquer outra nação" na aliança, que estabelece uma meta de gastos de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) de um Estado membro.

Até agora, apenas cinco países cumpriram este requisito. Além dos Estados Unidos, o Reino Unido, a Grécia, a Polônia e a Estônia se conformaram e aumentaram os investimentos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas