Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Unidades do Exército Brasileiro recebem Monóculos de Visão Noturna

No mês de junho, a Seção de Optrônica do Arsenal de Guerra do Rio (AGR) enviou ao Batalhão de Manutenção e Suprimento de Armamento (BMSA), 33 Monóculos de Visão Noturna modelo Loris, para serem distribuídos às diversas organizações militares operacionais do Exército Brasileiro.


Forças Terrestres

Rio de Janeiro (RJ) – O Monóculo de Visão Noturna Loris é um equipamento de origem belga que utiliza a tecnologia de amplificação da luz residual, praticamente imperceptível ao olho humano, possibilitando realizar operações em ambientes escuros. Eles são adquiridos por meio da Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW) e entregues ao AGR pelo BMSA completamente desmontados, em um processo conhecido como Completely Knock-Down (CKD).


Coube à Seção de Optrônica do AGR a montagem e os testes do material, a fim de torná-los disponíveis para serem disponibilizados às organizações militares da Força Terrestre, aumentando significativamente a capacidade operativa da tropa. Tais equipamentos possibilitam desenvolver atividades peculiares em ambientes privados de iluminação adequada, tornando o uso desse equipamento um diferencial para o sucesso das missões.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas