Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Navio militar polonês se acidenta durante exercícios da OTAN no mar Báltico (VIDEO)

Durante as manobras militares BALTOPS, uma embarcação polonesa acabou se danificando perto da costa da Lituânia.
Sputnik

O ORP Gniezno, um navio de desembarque da classe Lublin, sofreu danos em seu casco durante os exercícios militares da OTAN depois de atingir supostamente uma formação rochosa durante uma operação de desembarque anfíbia, informou RMF24.


Como resultado da batida, o casco do navio se rompeu, causando a inundação da embarcação.

Um representante da 8ª Flotilha de Defesa Costeira comunicou que a situação está sob controle e que o navio continua funcionando e prosseguindo sua missão.

O porta-voz da 8ª Flotilha, comandante Grzegorz Lewandowski, confirmou mais tarde à agência de notícias polonesa que o navio tinha "atingido um objeto subaquático" durante um desembarque na praia, resultando em danos na sua parte inferior.
Manobras próximas à fronteira russa

Nesta segunda-feira (17), caças Su-27 interceptaram bombardeiros estratégicos dos EUA que voavam perto das fronteiras…

A espera de Submarino Nuclear, Marinha do Brasil abre concurso para submarinistas

A Marinha do Brasil abriu concurso para selecionar trinta novos quadros para trabalhar na manutenção de submarinos e instalações nucleares. Com inscrições até o dia 3 de agosto, os candidatos precisam ter entre 18 e 25 anos em janeiro de 2019 e ter cursado ensino médio completo, com nível técnico nas áreas ofertadas.


Sputnik

Para o ex-integrante da Marinha e consultor em assuntos militares Alexandre Galante, a aquisição de submarinistas é fundamental, visto a proximidade da entrada em operação de quatro novos submarinos da Armada.

Submarino da Marinha brasileira da classe tikuna
Submarino da Marinha brasileira da Classe Tikuna © FOTO : MARINHA DO BRASIL/DIVULGAÇÃO

"Não adianta você ter os melhores navios e os melhores submarinos se você não tem os recursos humanos preparados para operar esses equipamentos, cada vez mais modernos. Então a Marinha está se preparando antes da incorporação dos novos submarinos da classe scorpene que vão começar a entrar em serviço em 2020", destaca Galante.

Além dos quatro submarinos da classe Scorpene, fruto de uma parceria com a França, a Marinha do Brasil está desenvolvendo um à propulsão nuclear que deve começar a ser construído em 2023, com tecnologia 100% nacional. A expectativa é que o equipamento, batizado de Álvaro Alberto em homenagem ao almirante brasileiro, fique pronto entre 2028 e 2030.

De acordo com a tenente da Marinha do Brasil, Deila Malta, a contratação desses quadros é importante para que sejam treinados para servir nos equipamentos quando eles estiverem em operação.

"Até lá, a gente precisa treinar essa nova força para que quanto todos os nossos submarinos estiverem prontos que eles ser guarnecidos, que esses jovens possam trabalhar e servir a bordo desses submarinos", destaca a militar.

Os selecionados neste concurso serão peça fundamental na operação desses equipamentos que, segundo o consultor de assuntos militares Alexandre Galante, são de extrema importância para a segurança nacional.

"A Marinha do Brasil possui submarinos de origem alemã que já passaram da metade da sua vida útil. Então, a Marinha precisa desses submarinos novos para continuar tendo uma capacidade mínima de negação do uso do mar. Porque o submarino nega o uso do mar para o inimigo e com a descoberta do Pré-sal e reservas de petróleo, isso é fundamental", alerta Galante.

No concurso para o Quadro Técnico de Praças da Armada são oferecidas ao todo 30 vagas, sendo 14 para a área técnica de Eletroeletrônica e 16 para a de Mecânica. Na primeira serão admitidas as titulações de Automação Industrial, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Eletrônica, Eletrotécnica e Mecatrônica. Já na segunda, serão aceitos técnicos em Manutenção Automotiva, Mecânica, Mecatrônica e em Refrigeração e Climatização.

Os candidatos passarão por prova objetiva de conhecimentos profissionais com 50 questões e uma redação. Em uma segunda etapa, eles realizarão os Eventos Complementares que envolvem entre outras coisas, Verificação de Documentos e Teste de Aptidão Física.

Os aprovados farão o Curso de Formação de Sargentos no Centro de Instrução Almirante Alexandrino, no Rio de Janeiro. Após o curso serão nomeados na graduação de Terceiro-Sargento, com direito a soldo de R$3.825,00, além dos adicionais militar (16%) e de habilitação (20%).

Depois da nomeação, os Sargentos realizarão o Curso de Subespecialização de Submarinos para Praças, com duração de cerca de 24 semanas, no Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché, também no Rio de Janeiro, e irão servir a bordo de submarinos, com direito a mais 20% sobre o soldo.

As inscrições podem ser feitas através deste link

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas