Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Aviação de Israel ataca dezenas de alvos em Gaza

Segundo as informações do Exército de Defesa de Israel, a aviação israelense bombardeou dezenas de alvos na Faixa de Gaza neste sábado (14).


Sputnik

A aviação de Israel atingiu dezenas de alvos de militantes palestinos na Faixa de Gaza em resposta a ataques de morteiros, desordens na fronteira e lançamento de pipas com substâncias incendiárias, segundo informou o serviço de imprensa do Exército.

Caça da Força Aérea de Israel (arquivo)
F-16 israelense © Sputnik / Serviço de imprensa da Força Aérea de Israel

O ataque foi chamado de terceira onda de bombardeios do enclave desde a noite passada.

"Durante a última hora, a Força Aérea de Israel atacou dezenas de alvos no território de quatro complexos militares que pertencem à organização terrorista Hamas", diz o comunicado.

O principal alvo do bombardeio, segundo os militares israelenses, foi a sede das formações militares do Hamas, movimento que controla a Faixa de Gaza na cidade de Beit Lahiya, na parte norte do enclave.

De acordo com fontes de segurança e testemunhas palestinas, os caças atingiram alvos do Hamas sem causar quaisquer feridos, comunica a AFP.

Os militares israelenses recomeçaram os ataques aéreos contra alvos do Hamas na Faixa de Gaza no sábado (14) à tarde em decorrência das desordens na fronteira, durante as quais dois palestinos, incluindo um adolescente, foram mortos e dezenas ficaram feridos.

Segundo o representante do Exército israelense Jonathan Konrikus, os militantes palestinos lançaram neste sábado (14), a partir da Faixa de Gaza, pelo menos 20 foguetes e minas contra o sul de Israel, além dos cerca de 35 lançamentos noturnos.

Ele acrescentou que não possui informações sobre feridos da parte israelense.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas