Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Aviação de Israel ataca dezenas de alvos em Gaza

Segundo as informações do Exército de Defesa de Israel, a aviação israelense bombardeou dezenas de alvos na Faixa de Gaza neste sábado (14).


Sputnik

A aviação de Israel atingiu dezenas de alvos de militantes palestinos na Faixa de Gaza em resposta a ataques de morteiros, desordens na fronteira e lançamento de pipas com substâncias incendiárias, segundo informou o serviço de imprensa do Exército.

Caça da Força Aérea de Israel (arquivo)
F-16 israelense © Sputnik / Serviço de imprensa da Força Aérea de Israel

O ataque foi chamado de terceira onda de bombardeios do enclave desde a noite passada.

"Durante a última hora, a Força Aérea de Israel atacou dezenas de alvos no território de quatro complexos militares que pertencem à organização terrorista Hamas", diz o comunicado.

O principal alvo do bombardeio, segundo os militares israelenses, foi a sede das formações militares do Hamas, movimento que controla a Faixa de Gaza na cidade de Beit Lahiya, na parte norte do enclave.

De acordo com fontes de segurança e testemunhas palestinas, os caças atingiram alvos do Hamas sem causar quaisquer feridos, comunica a AFP.

Os militares israelenses recomeçaram os ataques aéreos contra alvos do Hamas na Faixa de Gaza no sábado (14) à tarde em decorrência das desordens na fronteira, durante as quais dois palestinos, incluindo um adolescente, foram mortos e dezenas ficaram feridos.

Segundo o representante do Exército israelense Jonathan Konrikus, os militantes palestinos lançaram neste sábado (14), a partir da Faixa de Gaza, pelo menos 20 foguetes e minas contra o sul de Israel, além dos cerca de 35 lançamentos noturnos.

Ele acrescentou que não possui informações sobre feridos da parte israelense.

Comentários

Postagens mais visitadas