Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Avião britânico volta a sobrevoar fronteiras da Rússia

Um avião de guerra radioeletrônica Sentinel R1, pertencente à Força Aérea Real britânica, efetuou nova missão de reconhecimento nas proximidades das fronteiras da Rússia.


Sputnik

Em particular, a missão de vigilância foi realizada perto da costa do mar Negro — na Crimeia e na região de Krasnodar, segundo informa o serviço de monitoramento Plane Radar.

Imagem relacionada
Sentinel R1 | Reprodução

De acordo com o serviço, o avião Sentinel R1 decolou da base britânica de Akrotiri, situada na ilha de Chipre, aproximadamente às 8h11 do horário de Brasília. Destaca-se que a missão terminou às 10h07.

Anteriormente, em 13 de julho, o mesmo avião já havia efetuado um voo de vigilância usando uma rota semelhante.

Ultimamente, aviões ocidentais têm sido avistados perto das fronteiras russas com cada vez maior frequência. Por exemplo, em junho, um drone norte-americano realizou uma missão de vigilância ao longo do litoral da Crimeia.

O Ministério da Defesa russo apelou repetidamente aos EUA, cujos aviões têm estado envolvidos nestas ações, para que parem os voos, apelos que o Pentágono deixou sem resposta.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas