Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Caças Gripen suecos ajudam a apagar incêndio com bombas

Os suecos combateram o fogo ontem enviando caças para bombardear uma área atingida por incêndios florestais.


Poder Aéreo

Incêndios florestais estão queimando a floresta em Älvdalen, centro da Suécia, por 13 dias.

Gripen com bomba para atacar incêndio
Gripen recebendo bomba para atacar o incêndio

Para piorar a situação, o fogo está em uma área de prática de alvo que contém ogivas não-detonadas. Isso tornou difícil para os bombeiros terem acesso seguro ao fogo no solo, e outras opções até agora se mostraram infrutíferas.

Ao meio-dia de quarta-feira, as Forças Armadas enviaram dois jatos de caça JAS 39 Gripen para lançar bombas nas chamas como último recurso, com a esperança de que a pressão da explosão ajudasse a conter o incêndio.

“O oxigênio do fogo pode ser removido com a ajuda de uma bomba e, neste caso, foi possível experimentá-lo, porque o fogo está em um campo de tiro”, disse o chefe da equipe de bombeiros e resgate, Johan Szymanski, em um comunicado.

“Nossa avaliação preliminar agora é que isso teve um bom efeito.”

A bomba, modelo GBU-49, de acordo com o tabloide sueco Aftonbladet, caiu de 3.000 metros, atingindo velocidades de 550 km/h, antes de acertar seu alvo com a precisão do medidor.

Conseguiu extinguir incêndios até 100 metros do alvo, de acordo com relatórios iniciais.

Mais de 40 incêndios florestais ocorreram na Suécia às 15h de ontem e cada vez mais municípios impuseram a proibição total do fogo, tornando ilegal fazer churrascos mesmo em jardins privados.

Na segunda-feira, as autoridades disseram que uma área de 25.000 hectares estava queimando, incluindo 2.500 hectares em Dalarna, 8.500 em Gävleborg, 500 em Västernorrland e 8.500 em Jämtland.

Isto é significativamente maior do que os 14.000 hectares que queimaram em um incêndio em 2014 em Västmanland, que na época era o incêndio mais grave da Suécia em 40 anos.

A Suécia, onde as temperaturas normais de verão estão mais próximas dos 23ºC, está mal equipada para lidar com este tipo de crise e tem recebido ajuda de vários outros países da UE e do EEA.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas