Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Ministério da Defesa revela superioridade de caças russos Su-57

Todos os caças Su-57 serão equipados com armamentos superiores em suas características aos análogos estrangeiros, disse Anatoly Gulyaev, chefe do Departamento Principal de Armamento das Forças Armadas da Rússia, ao jornal Krasnaya Zvezda.
Sputnik

Gulyaev lembrou na entrevista ao jornal que, em maio, Vladimir Putin estabeleceu o objetivo de reequipar completamente três regimentos da Força Aeroespacial da Rússia com caças Su-57 até 2028.

"É de sublinhar que, desde o aparecimento do caça Su-57, muitos especialistas estrangeiros já apreciaram as capacidades únicas do avião russo, que ultrapassa os análogos ocidentais que têm sido promovidos", concluiu o responsável militar.

O caça russo da 5ª geração Su-57 fez o primeiro voo em 2010. A combinação de alta capacidade de manobra com a capacidade de realizar voos supersônicos, bem como um moderno complexo de equipamentos de bordo e baixa visibilidade conferem-lhe superioridade sobre os concorrentes.

Exército dos EUA vai atualizar mais 100 tanques Abrams para configuração M1A2 SEPv3

A General Dynamics Land Systems anunciou que a empresa recebeu um contrato para atualizar mais 100 tanques de batalha M1A1 Abrams para o Exército dos EUA


Forças Terrestres

O Exército dos EUA assinou um contrato com a General Dynamics Land Systems para atualizar mais 100 Main Battle Tanks M1A1 Abrams para a configuração avançada System Enhancement Package Version 3 (SEPv3).

M1A2 SEPv3
M1A2 SEPv3

Atualizações para o tanque neste Pacote de Aprimoramento do Sistema (SEP) incluem energia elétrica adicional para suportar futuras tecnologias, a capacidade de interface com munição avançada de 120 mm, uma unidade de energia auxiliar, blindagem e rádios aprimorados, atualizações de rede e maior confiabilidade e facilidade de manutenção.

Ao contrário da versão anterior, o M1A2 SEPv3 tem melhor comunicação em rede, um novo Sistema de Gerenciamento de Saúde do Veículo (VHMS) e Módulos Substituíveis na Linha (LRMs) para melhorar a manutenção, um Ammunition DataLink (ADL) para usar munições airburst, FLIR melhorado usando infravermelho de ondas longas e médias, um CROWS RWS de baixo perfil e uma Unidade de Energia Auxiliar (APU) sob blindagem para acionar a eletrônica no lugar vez do motor, enquanto estiver parado.

A nova versão oferece maior proteção e capacidade de sobrevivência, bem como alta letalidade que seus predecessores.

A encomenda faz parte de um Contrato de Requisitos do Exército, assinado em dezembro de 2017, através do qual o US Army pode atualizar até 435 tanques M1A1 Abrams para a configuração M1A2 SEPv3. A configuração M1A2 SEPv3 apresenta avanços tecnológicos em comunicações, confiabilidade, sustentação e eficiência de combustível, além de blindagem atualizada.

O trabalho nesta ordem de entrega será realizado nas instalações da General Dynamics Land Systems em Scranton, Pensilvânia, e em Tallahassee, na Flórida, e no Centro de Manufatura de Sistemas Conjuntos em Lima, Ohio, a única fábrica de tanques operacional no país.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas