Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Exército russo poderá realizar exercícios militares na Nicarágua

Manobras bilaterais estão previstas para serem realizadas neste ano no Mar do Caribe e no Oceano Pacífico.


Maria Aleksandrova | Russia Beyond

A Assembleia Nacional da Nicarágua arpovou a realização por exércitos estrangeiros de manobras militares no território do país, segundo a agência de notícias russa Tass.

Resultado de imagem para Exército russo poderá realizar exercícios militares na Nicarágua
Vitali Timkiv/Sputnik

Um decreto do presidente da Nicarágua aprovado em 30 de junho pela Assembleia Nacional permite que pessoal, aeronaves e navios militares da Rússia, Estados Unidos, Cuba, México, Venezuela, Guatemala, El Salvador, Honduras, República Dominicana e Taiwan "entrem em território da Nicarágua com fins humanitários para realizar operações de treinamento e troca de experiências".

Segundo o documento, os militares russos poderão realizar exercícios em conjunto com a Força Aérea da Nicarágua para aprender como prestar auxílio em casos de catástrofes naturais, na luta contra o tráfico de drogas e contra organizações criminosas internacionais.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas