Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA e Rússia revivem a Guerra Fria no Oriente Médio com duas cúpulas

Reuniões paralelas, na Polônia e na Rússia, representaram a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito entre Israel e a Palestina
Juan Carlos Sanz e María R. Sahuquillo | El País
Sochi / Jerusalém - Em 1991, a Conferência de Madri estabeleceu um modelo para o diálogo multilateral no Oriente Médio após o fim da Guerra Fria, que havia colocado Washington contra Moscou na disputa pela hegemonia em uma região estratégica. Transcorridos mais de 27 anos, dois conclaves paralelos representaram nesta quinta-feira em Varsóvia (Polônia) e Sochi (Rússia) a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito israelo-palestino. Os Estados Unidos e a Rússia, copresidentes em Madri em 1991, já não atuam mais como mediadores para aliviar as tensões e, mais uma vez, assumem um lado entre as partes conflitantes.

No fórum da capital polonesa, a diplomacia dos EUA chegou a um impasse ao reunir mais de 60 países em uma reu…

Fonte: exército sírio prepara grande ofensiva para libertar Idlib de grupos terroristas

O exército sírio está preparando uma grande operação para libertar a província de Idlib dos terroristas, disse à Sputnik uma fonte militar síria.


Sputnik

As tropas sírias estão enviando munições e equipamento militar ao norte do país, para perto dos limites da província de Idlib, comunicou a fonte à Sputnik Árabe.

Soldados do Exército sírio na província de Idlib (foto de arquivo)
Militar sírio em Idlib © Sputnik / Ilia Pitalev

"As tropas estão recebendo informações de que os terroristas no norte do país estão se preparando para realizar ataques contra o exército sírio. Já foram tomadas todas as medidas necessárias para reforçar as posições das tropas, agora estas podem repelir toda uma série de possíveis ataques", disse a fonte.

Segundo o interlocutor, unidades do exército sírio estão se deslocando em direção ao norte da província de Hama. Na próxima etapa, planeja-se iniciar uma ofensiva contra as posições dos terroristas do grupo Jaysh al-Izza nas povoações como Kafr Zita, al Lataminah, Latmin, Zakat Arbaen, al Lahaya e Maarkabah.

As forças terroristas na província de Idlib se encontram enfraquecidas por conflitos internos. Ao longo dos últimos oito meses, em resultado de vários confrontos entre grupos de combatentes, quase oito mil radicais foram mortos. Em sua maior parte, são integrantes dos grupos Tahrir al-Sham e Frente Fatah al-Sham.

Na província síria de Idlib permanecem grupos radicais muito diversos. Anteriormente, os especialistas já tinham afirmado que grupos tão diferentes não poderiam coexistir em paz no mesmo território.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas