Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Forças israelenses detêm 12 palestinos na Cisjordânia

Forças israelenses detiveram terça-feira pelo menos 12 palestinos e apreenderam dinheiro durante vários ataques à madrugada que provocaram confrontos em toda a Cisjordânia.


Pars Today

As forças do regime usurpador detiveram dois palestinos depois de atacarem as casas de suas famílias na cidade de Belém, na Cisjordânia, informou a Agência de Notícias da Palestina, a WAFA.

Forças israelenses detêm 12 palestinos na Cisjordânia
Reprodução

Eles também invadiram a cidade de al-Khader, ao sul de Belém, onde detiveram cinco palestinos.

No distrito de Al-Khalil, as forças realizaram uma incursão na vila de Deir al-Asal, na cidade de West of Dura, saqueando uma casa e detendo uma mulher.

Várias horas depois, tropas israelenses invadiram a cidade de Beit Ummar, ao norte de Al-Khalil, saqueando as casas de dois prisioneiros e apreendendo a soma de 5.000 shekels israelenses.

Mohammad Awad, um ativista da mídia local, disse que o ataque provocou confrontos durante os quais soldados abriram fogo contra jovens que tentaram bloquear sua passagem e voluntariamente dispararam três tiros vivos em uma casa, quebrando a janela, mas sem causar nenhum ferimento.

No distrito de Ramallah, soldados invadiram a aldeia de Abu Sheikhdem, a noroeste da cidade de Ramallah, onde saquearam uma casa depois de quebrar a porta.

Confrontos semelhantes irromperam na cidade vizinha de Birzeit quando as tropas saíram de Abu Shkheidem. Nenhum ferimento foi relatado.

No distrito de Nablus, forças invadiram a cidade de Beita, no sul da cidade, detendo dois palestinos.

Eles também realizaram um ataque semelhante na vila de Madama, ao sul de Nablus, detendo um ex-prisioneiro.

Outro palestino teria sido detido no bairro da cidade de Nablus, em Jabal al-Shamali.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas