Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Guterres quer punição para autores de ataques que mataram mais de 200 na Síria

Secretário-geral expressa choque com “total desrespeito pela vida humana” mostrado pelo grupo terrorista Isil; segundo agências de notícias, funerais em massa estão sendo realizados na cidade de Sweida, no sudoeste da Síria.


ONU

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou com veemência os ataques terroristas ocorridos esta quarta-feira na cidade de Sweida, na Síria.

Sede do Acnur em Sweida | Acnur/Q. Al Azroni

Segundo agências de notícias, mais de 200 pessoas morreram. Nesta quinta-feira, estão sendo realizados funerais em massa na província, que fica no sudoeste do país.

Atentados Suicidas

Em nota, emitida pelo seu porta-voz, António Guterres disse estar chocado com o total desrespeito pela vida humana mostrado pelo grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, que assumiu a autoria dos atentados.

Os ataques, aparentemente coordenados, incluíram atentados suicidas realizados em várias aldeias sírias e na capital da província de Sweida.

O chefe da ONU expressou solidariedade às famílias das vítimas e desejou rápida recuperação dos feridos.

A nota destaca ainda que os responsáveis pelos ataques devem ser responsabilizados.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas