Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

'Homens santos hipócritas', diz Mike Pompeo sobre líderes do Irã

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, chamou os líderes religiosos do Irã de "homens santos hipócritas", além de acusá-los de corrupção ao afirma que eles acumulam vastas somas de riqueza enquanto permitem que seu povo sofra.


Sputnik

As críticas de Pompeo vêm próximas do 40º aniversário da revolução islâmica no país, enquanto os EUA se preparam para reimpor sanções econômicas.

CIA Director Mike Pompeo speaks at a Senate Select Committee on Intelligence hearing on worldwide threats, Tuesday, Feb. 13, 2018, in Washington.
Mike Pompeo © AP Photo / Andrew Harnik

Em declarações preparadas para um discurso neste domingo (22) na Biblioteca e Museu Presidencial Ronald Reagan, Pompeo disse que os EUA não vão calar sobre o que ele entende como abusos do governo iraniano.

Pompeo criticou os líderes políticos, judiciais e militares do Irã, e disse que o governo "reprimiu sem piedade os direitos humanos, a dignidade e as liberdades fundamentais de seu próprio povo".

O secretário de Estado também afirmou que irá se aproximar dos importadores de petróleo para que diminuam as importações para o mais próximo de zero.

Sem tirar o pé do acelerador ele ainda afirmou que o país é governado por "algo que parece mais uma máfia do que um governo" e que o presidente Hassan Rouhani e seu Ministro de Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif não passam de marionetes dos aiatolás.

Comentários

Postagens mais visitadas