Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Legado soviético: Ucrânia cria 'novo' lança-granadas

Desde 2014, o novo governo da Ucrânia tem lançado uma campanha contra seu legado soviético, destruindo monumentos, mudando nomes topográficos e inclusive modificando os uniformes militares. No entanto, o legado armamentista do país parece ser uma exceção.


Sputnik

Recentemente, os engenheiros militares ucranianos anunciaram a criação e os testes posteriores do novo lança-granadas Lantseya.

Militares ucranianos realizam treinamentos com lança-granadas soviéticos SPG-9
Lança-granadas soviético SPG-9 Kopye © Sputnik / Stringer

Segundo informa Ukrainsky Militarny Portal, o novo lança-granadas foi desenhado pelos especialistas da fábrica Rubin-2017 e testado com êxito em um campo de treinamentos na região de Dnepropetrovsk. O portal destaca que os testes, aos quais assistiram oficiais do Ministério da Defensa ucraniano, culminaram com êxito.

De fato, o Lantseya não é uma arma totalmente nova, sendo que é uma modificação do soviético SPG-9 Kopye. Este lança-granadas portátil de 73 milímetros entrou em serviço em 1963 e continua operando até os nossos dias com diferentes modificações. O Kopye tem um alcance efetivo de 1.300 metros para projéteis antitanque e de até 4.500 metros para projéteis antipessoal. Sua capacidade de penetração de blindagens é de entre 300 e 400 milímetros. Além disso, possui cadência de tiro de 6 disparos por minuto.

Depois de os Acordos de Minsk terem entrado em vigor, este tipo de arma é a mais potente que ambas as partes do conflito no leste da Ucrânia podem posicionar ao longo da linha de contato.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas