Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Gorbachov chama EUA para retomar diálogo com a Rússia sobre armas nucleares

O último presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachov, pediu que os Estados Unidos retomem um "diálogo sério" com a Rússia sobre o problema das armas nucleares e alertou contra as "perigosas tendências destrutivas" na política mundial, em artigo publicado nesta quarta-feira no jornal "Vedomosti".
EFE

Moscou - Após constatar uma ruptura da comunicação entre Moscou e Washington, o ex-líder soviético se dirigiu em particular aos congressistas americanos para pedir que deixem de lado suas diferenças partidárias para facilitar um "diálogo sério" entre ambos os países.


"Estou convencido de que a Rússia está preparada (para o diálogo)", ressaltou Gorbachov, que manifestou preocupação com a suspensão, primeiro pelos EUA e depois pela Rússia, do Tratado de Eliminação dos Mísseis de Médio e Curto Alcance (INF), que ele assinou em 1987 com o então presidente americano, Ronald Reagan.

Gorbachov apontou que por trás da decisão de Washington de deix…

Mesmo com cessar-fogo, Israel bombardeia Gaza em resposta a ataque

O Exército israelense atingiu um lançador de morteiros na Faixa de Gaza em resposta ao disparo por parte de palestinos, disseram as Forças de Defesa de Israel (IDF) no domingo (15), horas depois de surgirem notícias sobre o acordo de cessar-fogo alcançado pelas forças israelenses e militantes palestinos.


Sputnik

"Após relatos sobre uma sirene no Conselho Regional de Eshkol, dois morteiros foram lançados de Gaza em Israel. Em resposta, o IDF atacou o lançador de onde os morteiros foram disparados", escreveu o IDF no Twitter.

Bandeira de Israel
Bandeira de Israel © Sputnik / Vladimir Astapkovich

Uma hora depois, o IDF informou sirenes em Sderot, dizendo que outros dois foguetes foram disparados de Gaza.

O exército disse que um dos foguetes foi interceptado pelo sistema de defesa aérea Iron Dome. O chefe da Diplomacia do IDF informou mais tarde que um dos foguetes lançados a partir de Gaza atingiu uma sinagoga.

A troca de fogo aconteceu em meio a relatos sobre o acordo de cessar-fogo entre Israel e grupos armados na Faixa de Gaza, que surgiram na madrugada de sábado. O acordo teria sido negociado pelo Egito.

As ações militares aumentaram na área na madrugada de sábado, quando a Força Aérea de Israel começou a atingir alvos de militantes na Faixa de Gaza. O bombardeio seguiu os distúrbios na fronteira de sexta-feira. A situação levou à maior escalada entre os lados nos últimos anos.

A situação na fronteira de Gaza piorou em meados de maio depois que os EUA abriram sua embaixada em Jerusalém. Em 30 de março, a marcha chamada Grande Marcha do Retorno começou na fronteira. O lado israelense tem usado armas letais contra civis para reprimir os protestos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas