Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Mídia norte-americana encontra novo motivo para guerra nuclear

A desativação de satélites militares norte-americanos por uma nova aeronave de guerra eletrônica da Rússia pode provocar um ataque de retaliação com o uso de armas nucleares, reporta a revista The National Interest.


Sputnik

A revista norte-americana observa que essa possibilidade é prevista pelo projeto de uma nova Revisão da Política Nuclear, que permite o uso das armas nucleares pelos EUA como retaliação aos ataques cinéticos ou cibernéticos dos satélites norte-americanos. 

Ilyushin IL-22 PP
Ilyushin Il-22PP © Sputnik / Mikhail Voskresensky

"Se a Rússia pode realmente desligar a eletrônica dos satélites norte-americanos, e a Revisão da Política Nuclear de fato reflete a política dos EUA, a desativação do satélite pode ser interpretada como um ato militar, suficiente para justificar uma resposta nuclear", escreve a revista.

Anteriormente, a mídia informou que a Rússia está desenvolvendo um novo avião capaz de neutralizar os satélites de navegação e telecomunicações do adversário. Segundo disse a fonte, a aeronave irá substituir o modelo Ilyushin Il-22PP.

Comentários

Postagens mais visitadas