Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Netanyahu ameaça Gaza com ataque sete vezes mais poderoso

Israel está pronto para um ataque muito mais potente contra as forças do Hamas na Faixa de Gaza se for necessário, segundo afirmou hoje o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.


Sputnik

"No final de semana, nós demos um duro golpe no Hamas. Se necessário, vamos realizar um ataque que será sete vezes mais poderoso", disse o premiê.

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Gali Tibbon/Pool

As autoridades israelenses vêm apostando no uso da força para acabar com distúrbios na zona de fronteira com Gaza, lançando mão de ações militares, ameaças e sanções econômicas contra membros do grupo Hamas.

Ontem, uma fonte de alto nível em Jerusalém disse à Sputnik que a organização teria concordado com as demandas israelenses, prometendo parar com as agitações na fronteira, incluindo o lançamento de balões de incêndio contra Israel.

Na última sexta-feira, 20, forças israelenses bombardearam cerca de 70 instalações pertencentes ao Hamas em Gaza depois que um soldado de Israel foi morto junto com quatro palestinos durante uma troca de tiros na zona de fronteira. Depois do ataque, que demorou horas, foi informado que as duas partes teriam chegado a um acordo sob a mediação do Egito.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas