Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Rússia desmente rumores sobre vítimas entre militares russos na Síria

O ministério da Defesa da Rússia negou nesta terça-feira relatos, divulgados na mídia, sobre supostas mortes de militares russos na Síria em um ataque terrorista, realizado pelo Daesh.


Sputnik

"O relatório divulgado pelo portal de notícias da Internet Lenta.ru, com referência aos portais do grupo terrorista Daesh, sobre supostas mortes de militares russos na Síria após um ataque terrorista é mais uma farsa", declarou o ministério em um comunicado.

Engenheiros militares russos ajudam a neutralizar minas em áreas orientais da cidade síria de Aleppo (foto de arquivo)
Engenheiros militares russos em Aleppo © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

Segundo o órgão, "não foram registradas perdas entre os militares russos na província de Deir ez-Zor, bem como no território da República Árabe da Síria como um todo".

O ministério também lamentou o envolvimento do portal de notícias russo na disseminação de "informações enganosas, deliberadamente espalhadas por terroristas do Daesh".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas