Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Rússia desmente rumores sobre vítimas entre militares russos na Síria

O ministério da Defesa da Rússia negou nesta terça-feira relatos, divulgados na mídia, sobre supostas mortes de militares russos na Síria em um ataque terrorista, realizado pelo Daesh.


Sputnik

"O relatório divulgado pelo portal de notícias da Internet Lenta.ru, com referência aos portais do grupo terrorista Daesh, sobre supostas mortes de militares russos na Síria após um ataque terrorista é mais uma farsa", declarou o ministério em um comunicado.

Engenheiros militares russos ajudam a neutralizar minas em áreas orientais da cidade síria de Aleppo (foto de arquivo)
Engenheiros militares russos em Aleppo © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

Segundo o órgão, "não foram registradas perdas entre os militares russos na província de Deir ez-Zor, bem como no território da República Árabe da Síria como um todo".

O ministério também lamentou o envolvimento do portal de notícias russo na disseminação de "informações enganosas, deliberadamente espalhadas por terroristas do Daesh".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas