Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Rússia reforçará sua Marinha com 26 novos navios de guerra

A Rússia fortalecerá sua frota militar este ano com 26 novos navios, quatro deles equipados com mísseis de cruzeiro Kalibr, anunciou neste domingo (29) o presidente russo, Vladimir Putin.


Poder Naval

“No total, em 2018, a Marinha vai ter 26 novos navios de guerra, quatro deles equipados com mísseis Kalibr”, declarou Putin, citado pela agência de notícias Interfax, durante uma visita a São Petersburgo, no âmbito do Dia da Marinha.

Navios russos em Parada Naval
Navios de guerra russos na Parada Naval

Putin recordou que a frota russa já incorporou oito navios no ano passado.

Com um alcance de 1.900 km, os mísseis Kalibr são o equivalente russo dos Tomahawk americanos. Durante os últimos anos, eles foram usados repetidamente contra grupos rebeldes e jihadistas na Síria, bombardeados por navios russos no Mediterrâneo.

O vice-almirante Alexander Moiseyev, comandante da frota russa no Mar Negro, com sua base militar em Sebastopol (Crimeia), informou que suas tropas seriam reforçadas com seis novos navios durante 2018.

Putin esteve presente neste domingo em um desfile da Marinha nas águas do Neva em São Petersburgo, oeste da Rússia, em que participaram 39 embarcações.

FONTE: Jornal do Brasil

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas