Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Tanque israelense ataca posições do Hamas em Gaza após violação da fronteira

O incidente aconteceu após as Forças de Defesa de Israel (FDI) e o movimento Hamas terem anunciado na sexta-feira (20) um cessar-fogo depois de uma série de confrontos na fronteira da Faixa de Gaza.


Sputnik

Segundo o porta-voz das FDI, um tanque israelense atingiu um posto avançado do grupo Hamas devido a uma suposta violação da fronteira por alguns homens.

Um tanque israelita Merkava na Faixa de Gaza durante os exércitos perto da fronteira de Israel em 3 de agosto de 2014
Tanque israelense Merkava na Faixa de Gaza © AFP 2018 / JACK GUEZ

Um grupo de suspeitos penetrou em Israel desde a parte norte da Faixa de Gaza e depois regressou […] Em resposta, um tanque das Forças de Defesa de Israel disparou contra um posto avançado do Hamas", diz o comunicado do exército israelense.

Anteriormente, The Jerusalem Post relatou que Israel e o Hamas acordaram um cessar-fogo na Faixa de Gaza após um dia de confrontos na zona fronteiriça, tendo as forças israelenses atacado mais de 40 alvos militares do Hamas.

A nova escalada do conflito foi causada pela morte de um soldado israelense que havia sido atingido a tiros por militantes mais cedo nesta semana.

Ontem à noite, as forças israelenses atacaram quase 70 instalações do grupo Hamas na Faixa de Gaza. O movimento, ao contrário de confrontos anteriores, lançou apenas três foguetes contra o sul de Israel. Os ataques de Israel causaram a morte de ao menos três militantes do Hamas.

Comentários

Postagens mais visitadas