Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Vitória em Idlib acabará com guerra na Síria, diz fonte de alto escalão no exército

Uma fonte militar de alto escalão no exército da Síria contou à Sputnik que em breve no país, que tem sido palco de uma violenta guerra civil, ocorrerão eventos que "surpreenderão todos".


Sputnik

De acordo com a fonte, a chefia do exército sírio ordenou a liberação total do território do país dos terroristas. 

Soldados do Exército sírio (foto de arquivo)
Militares sírios © Sputnik / Mikhail Voskresenskiy

"No momento, o exército possui forças suficientes para libertar a província de Idlib. Isso será o evento-chave para acabar com a guerra de oito anos no país. Nos próximos dias ocorrerão eventos que surpreenderão todos. Os próprios terroristas assinaram sua pena de morte", afirmou a fonte, citada pela Sputnik Árabe.

A fonte adicionou que as unidades do exército sírio na zona fronteiriça com a província de Idlib vêm rechaçando com êxito todos os ataques dos radicais.

"Os postos do exército possuem um alto nível de prontidão de combate e estão prontos para quaisquer ações, quer seja a defesa das posições, quer seja a ofensiva", explicou a fonte militar.

As forças terroristas na província de Idlib se encontram enfraquecidas por conflitos internos. Ao longo dos últimos oito meses, em resultado de vários confrontos entre grupos de combatentes, quase oito mil radicais foram mortos. Em sua maior parte, são integrantes dos grupos Tahrir al-Sham e Jabhat Fateh al-Sham.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas