Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Comando Militar do Leste diz que operação não teve cerco e que criminosos podem ter escapado do Complexo do Alemão

Os militares entraram na comunidade durante na quinta-feira (16). A operação terminou às 6h da manhã de sexta-feira (17), e não teve o balanço divulgado.


Por RJ1

O Gabinete de intervenção informou que não houve cerco em sua operação no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, que começou na quinta-feira (16), e que traficantes podem ter escapado da região, como relataram moradores. A ação aconteceu durante toda a madrugada e terminou no início da manhã desta sexta-feira (17)

Comboios as Forças Armadas circulam na região do Complexo do Alemão (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Comboios as Forças Armadas circulam na região do Complexo do Alemão (Foto: Reprodução/ TV Globo)

A afirmação foi feita depois do flagrante do Globocop de um suspeito correndo pela mata que cerca o complexo de favelas, por volta de 6h30, e relato de moradores nas redes sociais.

Homens da Polícia Civil, da Polícia Militar e soldados do Exército atuaram na região para verificar denúncias de tráfico de drogas e outros crimes. Foram 235 militares das Forças Armadas e 70 policiais civis, além de blindados, tanques e helicópteros.

Houve confronto, e alguns moradores relataram o medo que sentem em sair de casa durante as operações.

“Você já sai de casa e não sabe o que te espera na rua, que como eu moro próximo, eu não sei o que me espera”, contou uma moradora.

“Por um lado é bom, que a gente vê a segurança pública agindo, a gente fica receoso porque a qualquer hora pode ter um confronto. E a gente morador, que não tem nada a ver, está nesse meio dessa linha cruzada”, completou outra moradora do Alemão.

O Comando Militar do Leste informou que os criminosos podem ter escapado já que, intencionalmente, não houve um cerco em todo o conjunto de favelas.

Comentários

Postagens mais visitadas