Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

F-22 e F-35 'se enfrentam' na Noruega por causa da Rússia (VÍDEO)

Os caças F-22 Raptor e F-35 Lightning II de quinta geração simularam uma luta no céu da Noruega.


Sputnik

O piloto do F-35 Lightning II classificou o F-22 Raptor como um oponente muito formidável, mas se recusou a dizer quem venceu a batalha aérea, relata a Reuters.


Resultado de imagem para f-22 vs f-35
F-35 Lightining II voando com os F-22 Raptor | Reprodução

A batalha envolveu dois caças norte-americanos F-22 Raptor e dois F-35 Lightning II noruegueses. A implantação do F-22 Raptor na Europa pelos militares dos EUA é explicada pelas alegadas ameaças crescentes da Rússia. No total, a Noruega deve receber 52 aeronaves F-35 Lightning II. Além disso, 13 caças F-22 Raptor serão enviados para a Europa como apoio aos EUA.

O F-22 Raptor é o primeiro caça de quinta geração no mundo. Devido ao alto custo da aeronave, cerca de US$ 400 milhões (R$ 1,5 bilhão), os EUA decidiram criar o F-35 Lightning II no valor de US$ 100 milhões (R$ 390,6 milhões). O principal desenvolvedor e fabricante dessas aeronaves é a corporação norte-americana Lockheed Martin.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas