Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump reconhece soberania de Israel sobre Colinas de Golã

Ao lado de Netanyahu, presidente dos EUA contradiz décadas de política externa e reconhece a soberania de Israel sobre o território, ocupado em 1967 e anexado em 1981. Síria vê ataque a sua integridade territorial.
Deutsch Welle

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu formalmente nesta segunda-feira (25/03) a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, um território disputado com a Síria e que Israel anexou em 1981.

O governo do presidente sírio, Basahr al-Assad, respondeu de imediato e afirmou que a decisão é um ataque à soberania e à integridade territorial da Síria.

O decreto de reconhecimento foi assinado no início de um encontro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Washington. Trump justificou a medida com as "ações agressivas" do Irã e de grupos "terroristas" contra Israel.

Netanyahu disse que se trata de um dia histórico e que Trump é o melhor amigo que Israel já teve.

Em Israel, o reconhecimento pode significar um forte i…

Fim do 'Castigador': Pentágono desiste de desenvolver lança-granadas 'inteligente'

O Exército dos EUA parou oficialmente o desenvolvimento de seu lança-granadas XM25 Punisher (Castigador, em português).


Sputnik

Antes se previa que o sistema lança-granadas "inteligente" seria uma arma avançada para a infantaria. Mas devido ao atraso nos prazos de desenvolvimento, aumento de seu orçamento e fracassos em testes, o projeto não foi terminado.

Resultado de imagem para XM25 Punisher
Lança-granadas XM25 Punisher

A desistência do programa permitirá ao Pentágono economizar US$ 2,3 bilhões (R$ 8,9 bilhões), destaca o portal Stars and Stripes.

O XM25 é um hibrido computorizado com calibre de 25 milímetros de um fuzil de assalto com um lança-granadas. A particularidade principal dessa arma é sua capacidade de calcular o tempo e a distância da explosão, que são programados com antecedência. Tal tecnologia permitiria eliminar um adversário protegido em um abrigo.

Essa arma foi testada no Afeganistão de 2010 a 2013. No entanto, o sistema não impressionou os militares estadunidenses: em sua opinião, os XM25 são extremamente pesados, pois são equipados com 36 granadas. Ademais, algumas pessoas ficaram feridas durante treinamentos por falhas no armamento.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas