Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Irã apreende grande quantidade de armas na província central de Kerman

O Irã descobriu e apreendeu uma quantidade considerável de armas e munições semi-pesadas na província central de Kerman.


Pars Today

O promotor-geral de Kerman, Dadkhoda Salari, disse na quarta-feira que o grande esconderijo de armas foi contrabandeado para o país através das fronteiras orientais com o intuito de ser utilizadas em ataques terroristas.

Irã apreende grande quantidade de armas na província central de Kerman
Militares iranianos | Reprodução

Neste local foram armazenados, grandes quantidades de munição e armas relacionadas, incluindo dois canhões antiaéreos, semipesados, 7.400 balas antiaéreos, 23 itens de foguetes anti-blindagem de 73 mm e três motas, duas das quais foram especialmente projetadas para áreas intransitáveis, foram descobertos e apreendidos, acrescentou.

Salari alertou que a segurança, a inteligência e as autoridades judiciais não permitirão que bandidos e elementos contra-revolucionários punham em risco a segurança do país. O Judiciário, em cooperação com agências de inteligência, segurança e segurança, identificou e desmantelou grupos terroristas, acrescentou.

Nos últimos anos, as forças de segurança e guardas de fronteira do Irã se envolveram em confrontos com grupos terroristas, muitos dos quais cruzam as fronteiras do país com o Paquistão e o Iraque para realizar ataques dentro do país.

No mês passado, pelo menos 11 membros do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica do Irã (IRGC) perderam suas vidas em um ataque terrorista na vila de Dari, no distrito de Marivan, província de Kordestan, que levou a uma explosão em um depósito de armas.

Apoiadores do terrorismo enfrentam o “punho de ferro” do IRGC

O porta-voz do IRGC disse que partidários de terroristas enfrentarão o punho de ferro do IRGC por operações contra guardas de fronteira do Irã. Durante os confrontos, um grande número de terroristas foi morto e vários outros fugiram feridos.

Também em um comunicado em 14 de julho, a Base Najaf Ashraf das Forças Terrestres do IRGC disse que havia destruído uma equipe terrorista e matado três terroristas no oeste do país, perto da fronteira com o Iraque.

Acrescentou que foi identificado e destruído completamente um "grupo terrorista contra-revolucionário" que planejava realizar atos de sabotagem e medidas contra a segurança nacional depois de cruzar a fronteira com o Irã na área de Nowdesheh, na província de Kermanshah.

Comentários

Postagens mais visitadas