Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Maior avião cargueiro americano aterrissa sem trem de pouso (VÍDEO)

O infeliz incidente não impediu que a tripulação realizasse um verdadeiro milagre mantendo a parte frontal do avião longe da pista por muito tempo depois de pousar.


Sputnik

Na base militar da Força Aérea dos EUA, San Antonio, a maior aeronave de carga estadunidense C-5 Galaxy fez uma aterrissagem de emergência. Devido a problemas com trem de pouso do nariz (frontal), o avião teve que aterrissar somente com as rodas dianteiras.


US Air Force C-5 Galaxy takes off from the air base of Moron de la Frontera in Sevilla 06 March 2003.
C-5 Galaxy da USAF © AFP 2018 / Cristina Quicler

Segundo comunica a edição The Drive, não é a primeira vez que problemas com trem de pouso são enfrentados pelas tripulações do C-5. Por exemplo, em 2017 dois incidentes semelhantes ocorreram no aeródromo de Rota — base militar norte-americana na Espanha.

Depois da falha técnica, todas as aeronaves C-5 Galaxy foram reparadas. Mesmo assim, seus chassis continuam agindo de forma inesperada.

O C-5 Galaxy da empresa Lockheed ocupa o terceiro lugar na lista dos aviões cargueiros de maior capacidade, perdendo apenas para os russos An-225 Mrya e o Na-124 Ruslan. Ele é capaz de transportar cerca de 120 toneladas durante 4,4 mil quilômetros.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas