Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump reconhece soberania de Israel sobre Colinas de Golã

Ao lado de Netanyahu, presidente dos EUA contradiz décadas de política externa e reconhece a soberania de Israel sobre o território, ocupado em 1967 e anexado em 1981. Síria vê ataque a sua integridade territorial.
Deutsch Welle

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu formalmente nesta segunda-feira (25/03) a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, um território disputado com a Síria e que Israel anexou em 1981.

O governo do presidente sírio, Basahr al-Assad, respondeu de imediato e afirmou que a decisão é um ataque à soberania e à integridade territorial da Síria.

O decreto de reconhecimento foi assinado no início de um encontro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Washington. Trump justificou a medida com as "ações agressivas" do Irã e de grupos "terroristas" contra Israel.

Netanyahu disse que se trata de um dia histórico e que Trump é o melhor amigo que Israel já teve.

Em Israel, o reconhecimento pode significar um forte i…

Não há percursos intransponíveis para o veículo todo-terreno russo SHERP (VÍDEO)

No âmbito dos IV Jogos Internacionais do Exército (Army-2018), no polígono militar de Alabino, durante a exposição de equipamentos militares e de dupla utilização, foi lançado o veículo todo-terreno russo SHERP.


Sputnik

O SHERP é um veículo relativamente pequeno de tração integral que fica modestamente à "sombra" dos tanques de muitas toneladas, artilharia autopropulsada ou veículos de combate de infantaria. Ele não possui nem a proteção de uma blindagem poderosa nem um motor potente. Não tem qualquer armamento. Sua principal arma é a capacidade fenomenal de superação de terrenos difíceis, e neste quesito ele é incomparavelmente superior a qualquer veículo de combate.


Todo-terreno russo SHERP durante a exposição de equipamentos militares e de dupla utilização no polígono de Alabino, Rússia
Todo-terreno russo SHERP durante a exposição de equipamentos militares e de dupla utilização no polígono de Alabino, Rússia © SPUTNIK / DMITRY SHORKOV

O veículo todo-terreno anfíbio leve SHERP possui pneus de pressão ultrabaixa com proteção de pneus todo-terreno. É produzido pela fábrica do mesmo nome localizada em São Petersburgo e projetado para rodar em condições de terreno muito difícil.

Pavel Lebeshenkov, piloto da equipe de test drive da fábrica SHERP, comentou sobre esse veículo único ao correspondente da Sputnik Vietnã.

"Nosso veículo é completamente universal em termos de áreas de aplicação. Ele 'caminha' tranquilamente pela tundra, pântanos, sobre argila, areia, supera obstáculos aquáticos e gelo. Esta capacidade é alcançada devido ao sistema de regulação da pressão dos pneus. O motorista-mecânico pode ajustar a pressão de 0,2 atmosfera (máximo) a 0,02 atmosfera (mínimo) diretamente do seu posto de condução. Aliás, os pneus também são únicos. Estes são os únicos pneus de pressão ultrabaixa no mundo com protetor todo-terreno alto – 'garras'. Não leva mais de 40 segundos para aumentar ou baixar a pressão, mas não há compressor de ar no carro, dentro dos pneus estão gases de escape", disse o piloto.

Há veículos similares disponíveis no mundo, mas não há quaisquer análogos diretos do SHERP. Descrevendo as características técnicas do veículo todo-terreno, Lebeshenkov fez algumas observações.

"Nosso veículo é extremamente simples em sua concepção e, portanto, confiável como um fuzil de assalto Kalashnikov. Toda a transmissão é de fricção e corrente. Cada roda tem sua própria corrente e para cada roda o torque do motor (e este é um motor diesel de 1,5 litros aspirado de produção japonesa) é transferido quase completamente. A viragem do veículo todo-terreno é realizada bloqueando as correntes de um ou do outro lado. Com uma reserva de combustível total, sendo o tanque principal de 58 litros e havendo 55 litros em cada um dos discos das rodas, o tempo de marcha do veículo é de 100 horas de condução ininterrupta fora de estrada, ou de 800 a 1.000 km. Por terra, a velocidade máxima do carro é de 45 km/h, na água – de 6 km/h".

O SHERP é um veículo produzido em série há mais de 3 anos. Ele foi testado em condições mais do que extremas, percorrendo com sucesso uma distância de 10.000 quilômetros através do norte da Rússia – desde a região de Arkhangelsk a Petropavlovsk-Kamtchatski, transitando por lugares completamente selvagens e desabitados ao longo do Círculo Polar Ártico.

Segundo Lebeshenkov, o veículo pode funcionar em qualquer zona climática.

"Dez veículos todo-terreno desta marca, adaptados para os trópicos, estão operando com sucesso na África. A adaptação consistiu apenas de uma pequena mudança no sistema de refrigeração e, mesmo assim, foi apenas uma medida de segurança suplementar", enfatizou.

As capacidades únicas do superveículo russo despertaram interesse no mercado externo.

"Já temos representações comerciais nos EUA, Canadá, em vários países da América do Sul, na Polônia e na Lituânia. E as vendas através de agentes decorrem por quase todo o mundo. Os preços variam de 6,2 a 6,8 milhões de rublos [de R$ 360 mil a R$ 395 mil], mas a enorme vantagem do SHEPRA é o baixo custo de exploração em virtude do seu esquema técnico muito simples", ressaltou Pavel Lebeshenkov.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas