Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Navio da Marinha do Brasil vai ser aberto para visitação em Aracaju

Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe.


Por G1 SE

O Navio Patrulha Guaratuba, da Marinha do Brasil, vai estar aberto à visitação neste sábado (18) e domingo (19). A embarcação vai estar atracada no porto de Aracaju (SE) e ficará aberta das 14h até o pôr do sol.

Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe (Foto: Divulgação/Marinha/Arquivo)
Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe (Foto: Divulgação/Marinha/Arquivo)

Realizando ações de Patrulha Naval no litoral da Bahia e Sergipe, sob o comando do Capitão-Tenente Diego Pereira de Souza, o navio possui 46,5 metros de comprimento, desloca 217 toneladas e atinge velocidades de até 25 nós (aproximadamente 46Km/h).

O navio tem como tarefas: colaborar com os serviços de repressão ao contrabando e ao comércio ilícito, controlar as áreas marítimas sob jurisdição brasileira, fazer a proteção ambiental e fiscalizar as atividades de pesquisa realizadas no mar territorial brasileiro, zona contígua e zona econômica.

Comentários

Postagens mais visitadas