Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Neste dia: URSS testava sua primeira bomba atômica

Artefato foi batizado de RDS-1.


Stepan Ivanov | Russia Beyond

Em 29 de agosto de 1949, a primeira bomba atômica soviética foi testada com sucesso em Semipalatinsk (território que hoje fica no Cazaquistão). Batizada de RDS-1 (abreviatura do russo para “motor a jato especial”), a bomba foi testada em um campo de 20 km de diâmetro.

Resultado de imagem para Neste dia: URSS testava sua primeira bomba atômica
O design da bomba era muito parecido com a bomba de plutônio americana Fat Man | Maksim Blinov/RIA Novosti

O design da bomba era muito parecido com a bomba de plutônio americana Fat Man. Em 1950, foram produzidas mais nove bombas do tipo RDS-1. Em março de 1951, a União Soviética já tinha 15 bombas nucleares de plutônio.

Em 5 de agosto de 1963, foi assinado um tratado em Moscou banindo testes de armas nucleares na atmosfera, no espaço e debaixo d’água. O tratado foi assinado pela União Soviética, pelos Estados Unidos e pelo Reino Unido. Atualmente, 131 países são signatários deste acordo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas