Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Quais são chances do Su-35 russo frente aos caças furtivos dos EUA?

O caça russo de quarta geração Su-35 supera significativamente todos os análogos ocidentais, mas a sua capacidade de lutar de igual para igual contra os caças furtivos de quinta geração dos EUA F-22 e F-35 por enquanto não é confirmada, escreve a revista The National Interest.


Sputnik

Conforme a edição, a vantagem principal dos caças Su-35 é sua supermanobrabilidade. Esta é atingida graças aos motores turboreativos AL-41F1S que permitem ao avião atacar de ângulos muito altos, fazer manobras mais difíceis, bem como facilmente evitar os mísseis inimigos.

Caça Su-35 no ar durante o concurso em Primorie
Sukhoi Su-35 © Sputnik / Anton Balashov

O avião é capaz de atingir a velocidade de 2.756 km/h, a sua altitude máxima é de 18 quilômetros e o alcance de voo pode atingir 4.500 quilômetros.

Conforme a NI, o Su-35 usa os mísseis de radares autoguiados K-77M com um alcance de mais de 190 quilômetros. A curtas distâncias é usado o míssil R-74 com direção de infravermelhos, que o piloto pode dirigir independentemente com ajuda de um sistema de pontaria ótica no capacete. Além disso, no arsenal do Su-35 há mísseis R-27 de médio alcance e R-37 de longo alcance, destinados a lutar contra os sistemas de radares de longo alcance e aviões de reabastecimento em condições de guerra radioeletrônica.

O mais importante meio de luta do Su-35 contra os caças furtivos, como se supõe, é o radar Irbis-E de matriz faseada passiva com escaneamento eletrônico, bem como o sistema ótico de localização OLS-35.

Conforme a revista, todos esses fatores fazem com que o Su-35 supere todos os análogos ocidentais de quarta geração, incluindo os americanos F-15 e europeus Eurofighter e Rafale.

No entanto, todas as suas vantagens, de acordo com a edição, não o ajudarão na luta contra os caças furtivos norte-americanos de quinta geração F-22 e F-35, que poderão detectar o caça russo à distância de até 160 quilômetros e lançar uma série de mísseis contra o avião. Mas mesmo assim, o Su-35 pode opor resistência ao F-22 e F-35 se de qualquer maneira reduzir a distância e entrar na zona de detecção visual e infravermelha.

Apesar de todos os argumentos, a revista conclui que é difícil dizer ao certo qual dos aviões é melhor e só os testes de combate poderão decidir, já que o resultado da luta aérea depende muito de outros fatores, tais como equipamento adicional, preparação do piloto ou trajetória de voo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas