Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Variante naval do LCA Tejas testa gancho de parada (VIDEO)

A variante naval do Tejas Light Combat Aircraft (LCA) da Índia conduziu o seu primeiro enganche de táxi para provar seu sistema de gancho de parada, na Instalação de Testes Baseada em Terra (SBTF – Shore Based Test Facility) localizada na INS Hansa em Goa.


Poder Aéreo

A aeronave, que conduziu o enganche, foi o segundo protótipo Tejas Naval designado NP-2 (KH3002).

LCA Tejas versão naval
LCA Tejas versão naval

O NP-2 realizou seu voo inaugural com um gancho acoplado, no mês passado, a partir da INS Hansa, uma estação aérea naval indiana localizada perto de Dabolim em Goa.

A próxima fase do programa será a realização de pousos enganchados no Centro de Testes Baseados em Terra. O SBTF foi anteriormente usado para treinar e certificar pilotos de caça da Marinha Indiana nos caças Mikoyan MiG-29K para o porta-aviões INS Vikramaditya, e agora é usado para os testes de desenvolvimento do HAL Tejas naval.

O voo inaugural do Tejas naval equipado com um gancho de cauda foi visto como um novo desenvolvimento possivelmente denotando o reinício do programa Naval LCA. Em dezembro de 2016, a Marinha Indiana anunciou que o caça Tejas estava com sobrepeso e que procuraria outras alternativas. A Marinha Indiana finalmente emitiu um RFI para 57 caças multifuncionais navais.

O LCA Naval é o primeiro esforço autóctone da Índia para construir uma aeronave de caça baseada em porta-aviões. A variante naval reforçou a fuselagem e o trem de pouso e o nariz para baixo para uma melhor visão da cabine durante as decolagens e aterrissagens.

Os protótipos navais do Tejas, NP1 e NP2, são propulsados por motores turbofan de pós-combustão General Electric F404-GE-F2J3 e são usados ​​para testes iniciais. Eles completaram com sucesso os testes em Goa, durante os quais a decolagem curta (200 metros) do SBTF foi realizada junto com o reabastecimento a quente. O protótipo da aeronave de combate ainda está para realizar seu teste de voo de um porta-aviões. O teste embarcado provavelmente só será realizado após a realização de testes de aterrissagem na SBTF.

O NP-1 fez seu primeiro voo em 27 de abril de 2012, enquanto o NP-2 fez seu primeiro voo em 7 de fevereiro de 2015.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas