Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Boko Haram mata 30 soldados em ataque contra base militar na Nigéria

Segundo militar, insurgentes chegaram em caminhões que transportavam armas pesadas para fazer o ataque.


France Presse

Ao menos 30 soldados nigerianos morreram na quinta-feira (30) em um ataque do grupo extremista Boko Haram contra uma base militar na região nordeste da Nigéria, informaram neste sábado (1) fontes militares à AFP.

Imagem de arquivo de rua movimentada de Maiduguri, na Nigéria, onde o Boko Haram vem sendo acusado por uma série de assassinatos de policiais, políticos e outras autoridades (Foto: Susan Schulman/The New York Times)
Imagem de arquivo de rua movimentada de Maiduguri, na Nigéria, onde o Boko Haram vem sendo acusado por uma série de assassinatos de policiais, políticos e outras autoridades (Foto: Susan Schulman/The New York Times)

"Perdemos pelo menos 30 homens em combates contra os terroristas do Boko Haram, que atacaram nossas tropas em Zari (perto fronteira com Níger) às 16 de quinta-feira", afirmou um oficial.

O ataque aconteceu em um momento de várias ações violentas contra o exército nigeriano. "Muitos insurgentes chegaram em caminhões que transportavam armas pesadas", disse o oficial.

"A batalha com os soldados durou uma hora. A força de ataque deles era tão potente que as tropas se viram obrigadas a recuar temporariamente antes da chegada de reforços terrestres e aéreos", completou.

Os agressores estavam equipados com "material militar", certamente roubado nos ataques anteriores a bases do exército, segundo outra fonte militar.

Uma facção do Boko Haram, o grupo do Estado Islâmico na África Ocidental (ISWAP), cujo líder, Abu Mosab al-Barnaoui, se separou do braço tradicional, dirigido por Abubakar Shekau, reivindicou o ataque em um comunicado.

A segunda fonte militar, no entanto, afirmou que "os 'terroristas' também sofreram perdas após o bombardeio". Em um comunicado publicado neste sábado, a Força Aérea afirmou que "destruiu duas caminhonetes armadas e neutralizou vários 'terroristas' en Zari".

A localidade fica a 27 km da cidade de Damasak, na fronteira com Níger, uma zona onde opera o ISWAP.

Esta divisão tem como alvos principais o exército nigeriano ou a força regional conjunta, que sofreram importantes perdas com o aumento dos ataques nas últimas semanas.

Ataque contra base de Arge

Em um breve comunicado, o ISWAP também afirmou que na quarta-feira matou "vários" soldados nigerianos em um ataque contra a base militar de Arge, na região do Lago Chade. A AFP não conseguiu confirmar a informação.

No dia 8 de agosto, os insurgentes mataram 17 soldados e um civil em um ataque contra uma base militar perto da localidade de Garunda. No fim de julho, homens armados executaram um ataque com explosivos contra um posto de controle militar perto de Monguno e mataram pelo menos 11 soldados e três civis.

A insurreição na Nigéria e sua repressão pelo exército deixaram mais de 20.000 mortos e 2,6 milhões de deslocados desde 2009.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas