Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Conheça a história do caça-bombardeiro alemão Ho 229

Walter Horten servia a Força Aérea alemã como piloto de caça na Batalha da Grã-Bretanha em 1940. Por sua vez, Reimar Horten, seu irmão, era designer e especialista em aerodinâmica.


Sputnik

Em 1943, o chefe da Luftwaffe (Força Aérea alemã), Herman Goering, afirmou que o novo avião deveria responder a três requisitos, sendo eles: uma carga de bombas de 1.000 kg, um raio de ação de 1.000 km e respectivo regresso e uma velocidade com carga de 1.000 km/h, assim poderia atingir alvos na Inglaterra. Dessa forma, os irmãos Horten anunciaram que isso seria possível apenas em aeronaves equipadas com motores a jato, conforme publicação de Sebastien Roblin da revista The National Interest.

E9ebdd grand theft auto v 05.04.2017   22.46.42.01
Horten Ho 229 | Reprodução

O Horten IX tornou-se um projeto oficial em setembro de 1944, quando passou a ser chamado de Ho 229 e que deveria ser produzido em massa. Os primeiros testes do protótipo Ho 229 V1 foram realizados em Gottingen, em março de 1944. Subsequentemente, o protótipo V2 foi equipado com motores turbojato Junkers Jumo 004B e, além disso, foi equipado com assento ejetor e trem de pouso triciclo para habilitar a aeronave a transportar cargas pesadas.

Imagem relacionada
Horten Ho 229 | Reprodução

O primeiro voo do projeto V2 ocorreu em 2 de fevereiro de 1945, sendo relatado pelo piloto que a aeronave tinha uma excelente aerodinâmica. Porém, no segundo teste, realizado em 18 de fevereiro de 1945, a aeronave apresentou pane no motor, tombando durante a tentativa de pouso e ocasionando a morte do piloto de teste, tenente Erwin Ziller. No entanto, Goering já havia aprovado a produção de 40 unidades, que seriam produzidas pela Gothaer Waggonfabrik e que geralmente produzia planadores de treinamentos e militares durante a Segunda Guerra Mundial. A produção dos Horten foi designada de Ho 229 ou Go 229.

Resultado de imagem para Ho 229
Horten Ho 229 | Reprodução

O Ho 229 possuía uma ótima velocidade, fazendo com que acreditassem que a versão de série seria capaz de atingir os 975 km/h, fazendo com que Horten planejasse um terceiro protótipo equipado com canhões Mark 103 de 30 mm. Porém, em abril de 1945, durante o período final da guerra, os militares americanos se esforçaram para capturar avançadas pesquisas alemãs, dentre elas conseguiram obter um planador e um Horten Ho 229 V3, que estava em fase final de montagem.

Na época, os americanos se iniciaram na produção de aeronaves turbojato de compressor axial, inclusive sendo comparadas com o bombardeiro B-2 americano devido a semelhança, provocando reivindicações por parte de Reimar Horten.

O modelo Ho 229, que deveria ser produzido, teria duas turbinas 004B-1, uma velocidade máxima de 959 km/h, alcance de 2.800 km e teto de 15.750 m, além disso, seria equipado com dois ou quatro canhões MK108 de 30 mm.

Horten Ho 229 | Reprodução

O Ho 229 poderia ter sido um adversário formidável nos céus da Segunda Guerra Mundial, mas o avião não ficou pronto para produção em massa até o fim da guerra devido à captura americana durante a fase final de montagem.

Comentários

Postagens mais visitadas