Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Conselho de Segurança da ONU, condenou o ataque terrorista em Ahvaz

O Conselho de Segurança da ONU condenou o ataque terrorista na cidade de Ahvaz, no sudoeste do Irã, conclamando a comunidade internacional a "cooperar" com Teerã para levar os criminosos à justiça.


Pars Today

A presidente rotativa do Conselho, Nikki Haley, embaixadora dos EUA no órgão mundial, divulgou um comunicado na segunda-feira, afirmando que "o terrorismo em todas as suas formas e manifestações constitui uma das mais sérias ameaças à paz e segurança internacionais".

Conselho de Segurança da ONU, condenou o ataque terrorista em Ahvaz
Conselho de Segurança da ONU

“Os membros do Conselho de Segurança sublinharam a necessidade de responsabilizar os autores, organizadores, financiadores e patrocinadores desses atos repreensíveis de terrorismo e levá-los à justiça e instaram todos os Estados, de acordo com suas obrigações perante o direito internacional e resoluções relevantes do Conselho de Segurança, a cooperar ativamente com o Governo da República Islâmica do Irã e todas as outras autoridades relevantes a este respeito", disse ela.

Haley divulgou a declaração enquanto o presidente iraniano, Hassan Rouhani, estava em Nova York para participar da 73ª sessão anual da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Terroristas abriram fogo contra uma multidão durante um desfile militar na cidade de Ahvaz no sábado, matando 25 militares e civis - incluindo mulheres e crianças - e ferindo pelo menos 68 outros.

"Os membros do Conselho de Segurança condenaram nos termos mais fortes o hediondo e covarde ataque terrorista ocorrido na República Islâmica do Irã, em Ahvaz, em 22 de setembro", dizia a declaração de Haley.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas