Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Força de Operações Especiais russa realiza manobras no Mediterrâneo

Unidades da Força de Operações Especiais da Rússia executaram ações complexas no âmbito das manobras conjuntas da Marinha e da Força Aeroespacial russas no mar Mediterrâneo, informou o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Unidades da Força de Operações Especiais da Federação da Rússia executaram missões de deslocação de forças e de equipamento para vários destinos operacionais, treinaram o combate contra ações de subversão nas zonas de baseamento de grupos de navios da Marinha da Rússia", lê-se no comunicado.

Militares da Força de Operações Especiais russa
Militares russos © Sputnik / Nikolai Khizhyak

Uma das etapas dos exercícios da Força de Operações Especiais incluiu, junto com a infantaria naval e aviação da Marinha, a preparação para um desembarque anfíbio, combate à pirataria e resgate de reféns.

Durante as manobras, foi igualmente treinada a proteção de unidades militares e instalações costeiras contra ações de inteligência e de sabotagem inimigas, bem como a proteção da entrada de navios nas enseadas contra ações de subversão e colocação de minas.

Segundo o comunicado, as tripulações de lanchas treinaram também ações em caso de missões militares durante dia e noite inclusive em condições meteorológicas adversas.

A Marinha russa e a Força Aeroespacial realizam pela primeira vez na história exercícios conjuntos de treinamento em grande escala no mar Mediterrâneo, que decorrem de 1 a 8 de setembro. Os exercícios envolvem 26 navios de guerra, incluindo dois submarinos, bem como aviões Tu-160, Tu-142, Il-38, Su-33 e Su-30SM.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas