Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

França recebe novos aviões de treinamento para futuros pilotos de caça

A Direção Geral do Armamento (DGA) da França prepara-se para transferir a primeira aeronave de treinamento para a futura escola de pilotos de combate localizada em Cognac.


Poder Aéreo

Os primeiros dois turboélices Pilatus PC-21, que substituirão os Dassault Alpha Jet e Aérospatiale Epsilon TB30, usados ​​para treinar pilotos de caça franceses desde a década de 1970, aterrissaram na base aérea de Cognac em 30 de agosto de 2018 para controles de pré-entrega.

Um treinador turboélice Pilatus PC-21, ainda carregando seu registro civil suíço, é escoltado por um caça Rafale a caminho de Cognac, no oeste da França, onde vai equipar a nova escola de pilotos de combate da Força Aérea Francesa
Um treinador turboélice Pilatus PC-21, ainda carregando seu registro civil suíço, é escoltado por um caça Rafale a caminho de Cognac, no oeste da França, onde vai equipar a nova escola de pilotos de combate da Força Aérea Francesa

Este é um passo importante na implementação do novo plano da Força Aérea Francesa (Armée de l´air) para modernizar o plano de treinamento de seus tripulantes, que visa renovar tanto o equipamento quanto os métodos de treinamento usados ​​para treinar pilotos, navegadores e oficiais de sistemas de armas.

As novas aeronaves estão sendo entregues sob um contrato adjudicado pela DGA à Babcock Mission Critical Services France em dezembro de 2016. Trata-se de um contrato de serviço que cobre o fornecimento e suporte, por um período de oito anos, de uma frota de aeronaves de treinamento turboélice 17 Pilatus PC-21, equipamentos de simulação em solo (2 simuladores de missões completas e 3 treinadores), ferramentas de preparação e recuperação de missão, bem como infra-estrutura associada.

As horas de voo anuais esperadas são da ordem de 11.500 horas de voo. O equipamento passará a ser propriedade do Ministério das Forças Armadas em 2022. Todo o equipamento será entregue no início de 2019 para garantir o treinamento da primeira turma no verão de 2019.

FONTE: Ministério das Forças Armadas da França

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas