Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

De classe média e com alto nível de educação: o perfil dos terroristas do Sri Lanka

Polícia cingalesa identifica oito dos nove terroristas suicidas que cometeram os atentados de domingo
Macarena Vidal Liy | El País
Alto nível de educação, família de classe média ou média alta, com recursos econômicos próprios. Esse é o perfil dos nove terroristas suicidas que, segundo a polícia do Sri Lanka, lançaram os atentados de domingo em três hotéis de luxo e três igrejas, deixando pelo menos 359 mortos e mais de 500 feridos.

Pouco a pouco vão sendo conhecidos mais detalhe sobre como ocorreu o ataque terrorista mais sangrento da história do Sudeste Asiático. Para a polícia, já está comprovado o envolvimento de nove terroristas suicidas, entre eles uma mulher. As autoridades divulgaram os vídeos das câmeras de circuito fechado na paróquia de São Sebastião, em Negombo, nos arredores de Colombo, nos quais se vê o homem apontado como culpado pela explosão que matou, nessa igreja, pelo menos 110 pessoas. O vídeo mostra um jovem magro, de barba, carregando uma mochila grande e aparentem…

Incidente aéreo de caça F-35C custará milhões de dólares aos cofres estadunidenses

Um caça F-35C Lightning II da Marinha dos EUA foi seriamente danificado no mês passado durante um exercício de reabastecimento aéreo. Nesta semana foi revelado que o conserto do caça custará milhões de dólares aos EUA.


Sputnik

O incidente aconteceu no dia 23 de agosto perto da costa da Virgínia quando fragmentos de uma cesta de reabastecimento aéreo de um Super Hornet F/A 18F foram repentinamente sugados pelo motor de um caça F-35C, informou o website Military.com.

Um caça F-35C Lightning II a bordo do porta-aviões USS Dwight D. Eisenhower, na costa de Norfolk, Virgínia (arquivo)
F-35 Lightining II © AP Photo / Steve Helber

O acidente foi classificado como de classe A e a reparação do caça é estimada em pelo menos US$ 2 milhões (R$ 8,1 milhões). Quanto ao Super Hornet, os custos de reparação dos danos sofridos podem variar entre US$ 50.000 (R$ 203 mil) e US$ 500.000 (R$ 2 milhões). Um novo motor para o caça F-35 poderia custar até US$ 14 milhões (R$ 56,8 milhões), informou o Instituto Naval dos Estados Unidos da América (USNI, sigla em inglês).

A classe A é a classificação dada aos incidentes mais graves, implicando mais de US$ 2 milhões (R$ 8,1 milhões) em danos, enquanto as designações de classe D são dadas aos incidentes de menor gravidade.

"O fato de que o [F-35] foi capaz de retornar ao porta-aviões testemunha sua capacidade de sobrevivência", disse ao Navy Times o porta-voz da Força Aérea Naval, Ron Flanders.

No momento do incidente, a aeronave F-35 estava efetuando uma operação "de teste aéreo integrado". Dale Horan, diretor do Joint Strike Fighter Fleet Integration (programa norte-americano destinado à integração dos caças F-35C na Marinha), disse aos repórteres do USNI que o teste permite que os oficiais vejam como o caça "se integra com o navio" e como opera com as comunicações, conexões de dados e com outras aeronaves durante as missões.

Atualmente, o incidente ainda está sob investigação.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas