Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Mais poderoso e temido: tanque T-14 recebe novo míssil de alta precisão

O tanque T-14 Armata passa a ser equipado com um novo míssil guiado a laser.


Sputnik

Os novos tanques T-14 Armata serão equipados com mísseis antitanque de alta precisão, capazes de perfurar blindagens com um metro de espessura, segundo fontes do Ministério da Defesa da Rússia, às quais o jornal russo Izvestiya teve acesso. 

T-14 Armata durante o ensaio para a Parada da Vitória em Moscou
Tanque russo T-14 Armata © Sputnik / Mikhail Voskresensky

O seu poder de penetração é muito maior que os 630 milímetros de espessura da blindagem frontal do M1A2 SEP Abrams, o principal carro de combate dos EUA.

O míssil faz parte do conjunto de projéteis do canhão de 152 mm, que ainda não foi instalado neste tanque. Atualmente o Armata está equipado com um canhão de 125 mm, que os militares russos ainda consideram suficientemente poderoso.

O novo míssil consiste em um projétil e um dispositivo propulsor do disparo, após o que o seu próprio motor é ligado. O sistema de pontaria do tanque direciona o canhão para o alvo automaticamente, embora o operador possa ajustar a trajetória a qualquer momento.

Com um alcance de mais de cinco quilômetros e guiado a laser, é quase impossível desviar seu curso e impedir sua eficácia com sistemas de blindagem reativos ou ativos, já que seu poder de penetração é garantido pelo grande peso de sua munição e sua carga em tandem.

Comentários

Postagens mais visitadas