Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Mídia publica texto de diretiva secreta da ONU sobre Síria

O jornal russo Kommersant publicou o texto de uma diretiva secreta da ONU segundo a qual a organização só apoiará a restauração da economia síria depois da transferência do poder político no país.


Sputnik

O documento interno data de 17 outubro de 2017 e é destinado a todas as agências da ONU que trabalham na Síria.

Veículos blindados das forças de paz da ONU rumo à Síria
Blindados da ONU em direção à Síria © AP Photo / Ariel Schalit

"Só quando houver a genuína e inclusiva transição política, negociada pelas partes, a ONU estará pronta para facilitar o processo de reconstrução", lê-se na diretiva.

O documento indica também que a ONU não participará dos projetos de restauração da economia síria, prestando apenas ajuda humanitária para salvar as pessoas e satisfazer as necessidades básicas dos sírios.

"As atividades de desenvolvimento e de restauração que saiam fora desse âmbito deverão ser refletidas em outros mecanismos", informa o documento, sublinhando que a assistência tem de dar prioridade às necessidades dos civis e não às do governo.

Segundo os dados do jornal, o autor do documento é ex-subsecretário-geral da ONU para Assuntos Políticos, Jeffrey Feltman, que abandonou seu cargo em março de 2018.

Anteriormente, o chanceler russo Sergei Lavrov tinha falado sobre a existência de uma diretiva secreta que proíbe os vários departamentos da organização de participarem da restauração da economia síria. Ele sublinhou que as tentativas de alguns países de manipularem o secretariado das Nações Unidas são inaceitáveis.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas