Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Ministro iraquiano: Ministros do exterior do Iraque, Irã e Turquia consideram a segurança nas fronteiras

O ministro do Interior do Iraque, Qasim al-Araji, anunciou na quarta-feira que ministros do exterior do Iraque, Irã e Turquia devem considerar a segurança das fronteiras em uma reunião conjunta.


Pars Today

Ele fez as declarações em uma entrevista coletiva com seu homologo iraniano, o ministro do Interior Abdolreza Rahmani Fazli.

Ministro iraquiano: Ministros do exterior do Iraque, Irã e Turquia consideram a segurança nas fronteiras

Al-Araji apontou para a importância da segurança das fronteiras em três seções diferentes de passageiros e peregrinos, comércio local e terrestre, combate ao narcotráfico e ao terrorismo e disse que uma reunião trilateral será realizada em breve.

"Nós discutimos os três itens acima mencionados com o equivalente iraniano", acrescentou Al-Araji.

Rahmani Fazli, chefe de uma delegação de alta segurança política, chegou a Bagdá na manhã de quarta-feira para discutir os rituais de Arbaeen.

Ele assinou um memorando de entendimento (MoU) sobre a cooperação com seu colega iraquiano em Arbaeen Rituals.

O embaixador do Irã no Iraque, Iraj Masjedi, vice-ministro do Interior para assuntos de segurança, Hossein Zolfaqari, e o comandante da Força de Fronteira, brigadeiro-general Qassem Rezaei, participaram da cerimônia de assinatura.

Cerca de quatro milhões de peregrinos iranianos viajam anualmente para o Iraque, principalmente no tempo dos rituais de Arbaeen.

Também cerca de dois milhões de peregrinos e turistas iraquianos visitam o Irã anualmente.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas