Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Morre Ju Kyu-chang, desenvolvedor do programa de mísseis norte-coreano

Nomeado por Kim Jong-il, em 2010, diretor do Departamento de Construção de Maquinaria, ele desempenhou papel importante no desenvolvimento do foguete espacial Unha-3.


EFE

Ju Kyu-chang, figura importante do programa de mísseis balísticos da Coreia do Norte no início desta década, morreu nesta segunda-feira (3), aos 89 anos, segundo informou nesta terça (4) a agência estatal de notícias "KCNA".

Ju Kyu-chang foi figura importante do programa de mísseis balísticos da Coreia do Norte no início da década (Foto: KCNA / KNS República da Coreia / Via AFP Photo)
Ju Kyu-chang foi figura importante do programa de mísseis balísticos da Coreia do Norte no início da década (Foto: KCNA / KNS República da Coreia / Via AFP Photo)

Ju, descrito no obituário como um "soldado revolucionário por sua distinta contribuição às capacidades defensivas" do país, morreu de pancitopenia, um problema sanguíneo.

Nascido na província de Hamgyong Sul (leste do país) em 1928, se graduou em engenharia pela Universidade Kim Chaek, um dos centros de tecnologia de maior prestígio na Coreia do Norte, e dedicou a maior parte de sua vida ao desenvolvimento de armas.

Nomeado sob a liderança de Kim Jong-il, em 2010, diretor do Departamento de Construção de Maquinaria do Partido dos Trabalhadores e também membro do Comitê Central, ele desempenhou um papel importante no desenvolvimento bem-sucedido do foguete espacial Unha-3.

O Unha-3, desenvolvido a partir do programa de mísseis balísticos intercontinentais Taepodong (também conhecidos como Paektusan), foi o primeiro veículo de transporte espacial a lançar com sucesso um satélite norte-coreano em órbita, em dezembro de 2012.

O sucesso do programa Unha foi fundamental para o desenvolvimento posterior de mísseis balísticos de combustível líquido norte-coreanos, como Hwasong-14 e Hwasong-15, os mísseis intercontinentais mais sofisticados de Coreia do Norte testados com sucesso em 2017.

Ju, que foi incluído na lista de figuras sancionadas do regime pelo Departamento do Tesouro de Estados Unidos em 2013, retirou-se em 2015 quando o regime, já sob a liderança de Kim Jong-un, renovou o aparelho encarregado do desenvolvimento de armas norte-coreano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas