Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mourão diz que há preconceito e desinformação sobre carreira militar

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse hoje (26), ao falar sobre a reforma da Previdência, que há preconceito e desinformação sobre a carreira militar.
Por Vitor Abdala | Agência Brasil

A afirmação foi feita durante evento da Fundação Cultural do Exército, no Rio de Janeiro.

"Estamos vivendo essa primeira fase do nosso governo, onde o objetivo primordial é que a gente consiga realizar a nova Previdência. Ela atinge tanto o público civil como o público militar. Existe, por outro lado, uma série de preconceitos, desinformação e falta de conhecimento sobre as peculiaridades da profissão militar", disse, em depoimento à TV NBR.

A proposta de reforma do sistema de proteção social prevê superávit de R$ 97,3 bilhões em dez anos. Mas como foi apresentada uma reestruturação da carreira militar que custará mais R$ 86,85 bilhões aos cofres públicos no período, o superávit será de apenas R$ 10,45 bilhões.

Paris nega envolvimento no desaparecimento do avião russo na Síria

A França não está envolvida no desaparecimento do avião russo Il-20 com 14 pessoas a bordo no espaço aéreo da Síria, segundo afirmou o coronel francês, Patrik Steiger.


Sputnik

"Negamos qualquer envolvimento", declarou o porta-voz da Defesa francesa.

Avião militar russo Ilyshin-20 (imagem ilustrativa)
CC BY-SA 2.0 / Dmitry Terekhov / Ilyushin IL-20

Há pouco, militares sediados em Hmeymim, na Síria, informaram que o avião russo Il-20 teria desaparecido dos radares na região, com 14 soldados a bordo, enquanto sobrevoava o mar Mediterrâneo.

Vale destacar que o incidente ocorreu na mesma hora quando sistemas russos de controle do espaço aéreo detectaram o lançamento de mísseis a partir da fragata francesa Auvergne, localizada no mar Mediterrâneo. Até o momento, não há informações sobre qualquer relação entre os dois casos.

Entretanto, os EUA acreditam que o avião russo Ilyushin-20 foi acidentalmente derrubado por disparos da artilharia síria, segundo indica uma fonte militar estadunidense.

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas