Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

'Radar voador' A-50U ajuda a repelir ataque do 'inimigo' nas manobras Vostok 2018

Aeronave equipada com sistema aéreo de alerta e controle A-50U participou no rechaço de um ataque aéreo do inimigo convencional no decorrer das manobras Vostok 2018, comunicaram do Departamento de Informação e Comunicação de Massa do Ministério da Defesa russo.


Sputnik

"Durante o exercício da etapa de ações reais das forças no polígono de Tsugol, das ações de rechaço do ataque aéreo do inimigo convencional participou uma aeronave de alerta e controle antecipado A-50U", disseram no Departamento.

Resultado de imagem para beriev a-50
Beriev A-50 Mainstay | Reprodução

A tripulação e a guarnição do complexo de radar aéreo cumpriram as tarefas de patrulhamento aéreo, detecção de alvos aéreos e transmissão de suas coordenadas aos caças MiG-31, SU-35S, SU-30SM das forças da defesa antiaérea de serviço do Distrito Militar Oriental.

A utilização da aeronave A-50U permitiu detectar e interceptar a tempo todos os alvos aéreos a uma distância de mais de 200 quilômetros, antes de eles entrarem na zona de responsabilidade dos destacamentos de defesa antiaérea da região.

As manobras Vostok, as maiores da história da Rússia moderna, decorrem entre 11 e 17 de setembro no Extremo Oriente russo e nas águas adjacentes do oceano Pacífico sob chefia do ministro da Defesa Sergei Shoigu. As manobras envolvem mais de 300 mil militares, dezenas de milhares de aviões, helicópteros e drones, até 36 mil tanques, veículos blindados de transporte e outros e até 80 navios.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas