Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Rússia desenvolve novo caça VTOL embarcado

A Rússia está desenvolvendo um novo caça de decolagem e pouso vertical (VTOL – Vertical Take-Off and Landing) sob instruções do presidente russo, Vladimir Putin, disse o vice-premiê russo Yuri Borisov no final de agosto.


Poder Aéreo

“Este trabalho foi realmente incluído no programa de rearmamento do Estado. Ele foi iniciado seguindo instruções do comandante supremo das Forças Armadas russas. Modelos conceituais e protótipos estão sendo desenvolvidos no estágio atual”, disse Borisov.

Yakovlev Yak-141
Yakovlev Yak-141

Ele ressaltou que os projetistas estavam criando um novo jato em vez de modificar aeronaves existentes.

“Não há dúvida de que todos os porta-aviões precisarão de uma nova frota de aeronaves no futuro. Essa é a razão pela qual várias tecnologias estão sendo usadas para garantir a decolagem e pouso curto ou apenas a decolagem”, afirmou Borisov.

“O Ministério da Defesa da Rússia está envolvido nesse tipo de trabalho conceitual desde o ano passado”, acrescentou o vice-primeiro-ministro.

Visão em corte do Yakovlev Yak-141

Segundo Borisov, os prazos concretos dependerão de um ciclo tecnológico. “Como regra, leva de 7 a 10 anos se a produção em série for lançada”, disse ele.

No verão de 2017, Borisov, que era o vice-ministro da Defesa da Rússia na época, disse que o Ministério da Defesa e os fabricante de aeronaves estavam discutindo a criação de uma aeronave de decolagem e pouso vertical para o futuro cruzador de aeronaves. Ele então esclareceu que o jato de combate seria desenvolvido de uma linha de aeronaves VTOL do Yakovlev Design Bureau.

FONTE: TASS

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas