Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

URGENTE: Fragata Niterói sofre alagamento e aderna no cais da BNRJ

A Fragata Niterói (F40) sofreu um alagamento e está adernada no cais da Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ).


Poder Naval

A Niterói inclinou-se para boreste e tem a fragata Greenhangh (F46) a contrabordo, por bombordo.


Fragata Niterói (F40) | Reprodução

Ainda não há informações da Marinha sobre o acidente.

Iremos atualizando este post à medida que mais informações estejam disponíveis.

Histórico

A fragata Niterói – F 40, é o quinto navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem a cidade homônima, antiga capital do Estado do Rio de Janeiro. A Niterói foi a primeira de uma série de seis fragatas encomendadas em 20 de setembro de 1970 como parte do Programa de Renovação e Ampliação de Meios Flutuantes da Marinha, e a primeira construída pela Vosper Thornycroft Ltd., em Woolston, Hampshire, Inglaterra.


Teve sua quilha batida em 8 de junho de 1972, foi lançada e batizada em 8 de fevereiro de 1974. Fez-se ao mar pela primeira vez em 8 de janeiro de 1976, iniciando as provas de mar e máquinas que se estenderam até o final de maio, sob supervisão do construtor e do Grupo de Recebimento.

Foi aceita e incorporada em 20 de novembro de 1976 em cerimônia realizada no cais 47 do porto de Southampton. Naquela ocasião, assumiu o comando, o Capitão-de-Mar-e-Guerra João Baptista Paoliello.

Atualização – 11h17

Chegou a informação extraoficial de que a água do mar teria entrado por um dos eixos do navio, devido ao estado de conservação do casco.

Nota da Marinha sobre o alagamento na fragata Niterói

MARINHA DO BRASIL
COMANDO EM CHEFE DA ESQUADRA

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Niterói-RJ.
Em 08 de setembro de 2018.

A Marinha do Brasil, por meio do Comando em Chefe da Esquadra, informa que, na madrugada deste sábado, 8 de setembro, ocorreu um alagamento na Fragata “Niterói” (F40), atracada na Base Naval do Rio de Janeiro, decorrente de avaria em rede de água salgada.

O incidente foi prontamente combatido pelo Pessoal de serviço da Fragata, com o apoio de outros navios da Marinha atracados nas proximidades.

A situação foi normalizada, estando o navio com suas condições normais de estabilidade. Não houve acidente de pessoal nem danos ao material.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas