Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Gorbachov chama EUA para retomar diálogo com a Rússia sobre armas nucleares

O último presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachov, pediu que os Estados Unidos retomem um "diálogo sério" com a Rússia sobre o problema das armas nucleares e alertou contra as "perigosas tendências destrutivas" na política mundial, em artigo publicado nesta quarta-feira no jornal "Vedomosti".
EFE

Moscou - Após constatar uma ruptura da comunicação entre Moscou e Washington, o ex-líder soviético se dirigiu em particular aos congressistas americanos para pedir que deixem de lado suas diferenças partidárias para facilitar um "diálogo sério" entre ambos os países.


"Estou convencido de que a Rússia está preparada (para o diálogo)", ressaltou Gorbachov, que manifestou preocupação com a suspensão, primeiro pelos EUA e depois pela Rússia, do Tratado de Eliminação dos Mísseis de Médio e Curto Alcance (INF), que ele assinou em 1987 com o então presidente americano, Ronald Reagan.

Gorbachov apontou que por trás da decisão de Washington de deix…

Avião de reconhecimento dos EUA foi detectado sobrevoando base russa na Síria

Avião da Força Aérea dos EUA com prefixo 64-14848 decolou às 04h00 (pelo horário de Brasília) da base aérea da baía de Suda, localizada na ilha de Creta.


Sputnik

Segundo o portal Russkoe Oruzhie, os dados foram registrados pelo serviço de monitoramento de recursos de aviação ocidentais.

RC-135 (imagem referencial)
Boeing RC-135 © flickr.com/ Lance Cheung

O avião Boeing RC-135V realizou aproximadamente dez sobrevoos ao longo da costa síria e se aproximou da base aérea de Hmeymim a uma distância de 60 km. Vale ressaltar que o avião é um dos aviões estratégicos da Força Aérea dos EUA destinado à vigilância eletrônica, sendo equipado com aparelhos sofisticados para interceptação de comunicações e detecção de sinais eletrônicos, além de ser utilizado no combate contra outras aeronaves e defesas antiaéreas.

Em relação à missão em torno da base russa, não é possível ter dúvidas sobre o real motivo da missão. Ela estaria relacionada com a entrega dos sistemas russos S-300, que tem sido uma grande preocupação do Pentágono.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas