Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Avião de reconhecimento dos EUA foi detectado sobrevoando base russa na Síria

Avião da Força Aérea dos EUA com prefixo 64-14848 decolou às 04h00 (pelo horário de Brasília) da base aérea da baía de Suda, localizada na ilha de Creta.


Sputnik

Segundo o portal Russkoe Oruzhie, os dados foram registrados pelo serviço de monitoramento de recursos de aviação ocidentais.

RC-135 (imagem referencial)
Boeing RC-135 © flickr.com/ Lance Cheung

O avião Boeing RC-135V realizou aproximadamente dez sobrevoos ao longo da costa síria e se aproximou da base aérea de Hmeymim a uma distância de 60 km. Vale ressaltar que o avião é um dos aviões estratégicos da Força Aérea dos EUA destinado à vigilância eletrônica, sendo equipado com aparelhos sofisticados para interceptação de comunicações e detecção de sinais eletrônicos, além de ser utilizado no combate contra outras aeronaves e defesas antiaéreas.

Em relação à missão em torno da base russa, não é possível ter dúvidas sobre o real motivo da missão. Ela estaria relacionada com a entrega dos sistemas russos S-300, que tem sido uma grande preocupação do Pentágono.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas