Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Causando indignação no povo, equipamento da OTAN passa livremente por países europeus (VIDEO)

Tropas estadunidenses passam livremente por estradas da Europa Oriental e provocam indignação na população local, enquanto governos não fazem nada para melhorar a situação. Nessa conexão, o especialista militar supõe que chegou o tempo do "Schengen militar".


Sputnik

Alguns moradores locais compartilharam com a Sputnik vídeos do transporte de equipamento técnico-militar estrangeiro (estadunidense) pelas estradas tchecas e eslovacas. Um dos vídeos foi gravado em 6 de outubro em Bratislava, no bairro Patrónka, enquanto outro — em 7 de outubro, na República Tcheca, perto da cidade Stara Boleslav.


Material bélico dos EUA na Europa
Tropas dos EUA na Europa © AFP 2018 / Czarek Sokolowski

O especialista militar Ivan Kratochvil falou com a Sputnik República Tcheca sobre o armamento alheio passando pelos países:

"Tudo indica que na Europa Oriental já se formou uma zona de 'Schengen militar', cuja ideia foi proposta pelo ex-comandante das tropas terrestres dos EUA na Europa, tenente-general Frederick Benjamin Hodges."

De acordo com ele, as tropas aliadas e o material bélico devem ser capazes de se deslocar pelo território do continente "tão rapidamente como os migrantes".

"O jogo da democracia chegou ao fim. Movimentos de tropas estrangeiras não precisam ser aprovados pelo parlamento. O que acontece como resultado de qualquer experiência histórica multissecular com a presença de tropas estrangeiras em nosso território e que é aceito de modo negativo [pelo povo] não preocupa os que estão no poder", afirmou o especialista.

"Assim, o Exército dos EUA passa pelo nosso território, [enquanto] a mídia tcheca o ignora completamente. Seus deslocamentos provoca engarrafamento, pois a polícia militar, tanto tcheca como eslovaca, escolta o cortejo para que ninguém o ultrapasse ou fotografe, pois oficialmente não estão aqui", revelou.

Ao mesmo tempo, uma testemunha também comentou o assunto para a Sputnik:

"Eu estava ouvindo a rádio Zelená vlna. O locutor noticiou engarrafamento na estrada, mas deu como justificativa trabalho nas vias, ao invés da movimentação de tropas."

Vale destacar que segundo o inquérito do Sanep, realizado em março de 2015, dois terços (64%) da população da República Tcheca não aceitam a presença militar dos EUA em seu território.

Apesar de toda a situação, os governos de ambos os países não dão nenhum passo para resolver a situação.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas