Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Chefe de Inteligência do Egito vai se reunir com a liderança do Hamas

O chefe da inteligência egípcia, Abbas Kamel, fará uma visita à Faixa de Gaza na quinta-feira, onde se encontrará com a liderança do movimento Hamas para discutir a reconciliação israelo-palestina, disse uma fonte à Sputnik.


Sputnik

"Uma delegação do serviço de inteligência egípcio encabeçada pelo chefe do serviço de inteligência, brigadeiro-general Abbas Kamel, visitará a Faixa de Gaza na quinta-feira para se reunir com a liderança do movimento Hamas", disse a fonte, acrescentando que os lados discutirão o acordo de reconciliação com os israelenses.


Um soldado egípcio vigia a fronteira de Rafah, entre o sul da Faixa de Gaza e o Egito.
Fronteira de Rafah, entre o sul da Faixa de Gaza e o Egito © REUTERS / Ibraheem Abu Mustafa/Files

A fonte observou que a delegação também deveria visitar Israel, mas não especificou os objetivos da visita.

As tensões de longa data entre Israel e a Palestina aumentaram no final de março, quando os palestinos realizaram manifestações de protesto na fronteira de Gaza, controlada pelo Hamas desde 2007. Os tumultos nas fronteiras foram acompanhados pelo lançamento de balões incendiários e pipas queimadas com o objetivo de provocar incêndios em Israel.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, ameaçou o Hamas com "golpes muito poderosos" se os ataques da Faixa de Gaza e a violência na fronteira continuarem.

Na sexta-feira, pelo menos sete palestinos foram mortos em confrontos com tropas israelenses perto da fronteira com a Faixa de Gaza. Os militares israelenses disseram que as tropas abriram fogo contra um grupo de militantes palestinos, que se aproximaram de um posto do exército e detonaram uma bomba.

O Egito tem trabalhado em conjunto com as Nações Unidas para aliviar as tensões entre os lados.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas